terça-feira, 19 de outubro de 2010

Todo abismo é navegável a barquinhos de papel

A frase do título, de autoria do escritor João Guimarães Rosa, expressa com perfeição a essência deste trabalho, com uma forma poética e concreta. Os barcos de papel representam nossos anseios e projetos e o mundão lá fora é o abismo que temos que enfrentar diariamente. Para sua segurança, use o papelão ondulado para fazer o barquinho.